Signo solar, lunar e ascendente


Emerson Machado
Emerson Machado
Jornalista

Na astrologia, o signo solar é definido pela posição do Sol em relação às constelações no céu no momento que uma pessoa nasce. O signo lunar segue a mesma premissa, mas é a posição da Lua que define o signo. Já o ascendente é a constelação no horizonte, a leste, na hora do nascimento.

Apesar de vir do grego para “estudo dos astros” (astro + logus), a astrologia é uma pseudociência. Isto quer dizer que se diz baseada em fatos científicos, mas não pode ser comprovada através de métodos científicos.

Entretanto, há quem defenda a astrologia como uma forma de autoconhecimento.

Signo solarSigno lunarAscendente
DefiniçãoPosicionamento do Sol em relação às 12 constelações zodiacais da astrologia no momento do nascimento de um indivíduo.Posicionamento da Lua em relação às 12 constelações zodiacais da astrologia no momento do nascimento de um indivíduo.Constelação que surge no horizonte leste no momento do nascimento de um indivíduo.
Supostas influênciasDefiniria os principais aspectos da personalidade de uma pessoa e como ela se mostra ao mundo.Definiria aspectos ligados à intuição, sensibilidade, emoções e sentimentos, detalhes da personalidade de caráter íntimo.Definiria os dons naturais da pessoa e como ela lida ao realizar determinadas ações pela primeira vez, ou seja, seus impulsos perante o mundo.

O que é signo?

A palavra “signo” tem o significado de “símbolo”. Para a astrologia, os signos são cada uma das partes que dividem o zodíaco. Formado por 12 partes, cada uma chamada de signo, o Zodíaco na astrologia é uma representação das 12 constelações no céu dispostas em uma circunferência ao redor da Terra.

O Sol e os signos do Zodíaco
A Terra, a Lua, o Sol e os signos do Zodíaco

Cada signo recebe o nome da constelação que simboliza. São elas:

  • Áries: de 19 de março a 21 de abril;
  • Touro: de 20 de abril a 20 de maio;
  • Gêmeos: de 21 de maio a 21 de junho;
  • Câncer: de 22 de junho a 22 de julho;
  • Leão: de 23 de julho a 22 de agosto;
  • Virgem: de 23 de agosto a 22 de setembro;
  • Libra: de 23 de setembro a 23 de outubro;
  • Escorpião: de 24 de outubro a 21 de novembro;
  • Sagitário: de 22 de novembro a 21 de dezembro;
  • Capricórnio: de 22 de dezembro a 19 de janeiro;
  • Aquário: de 20 de janeiro a 18 de fevereiro;
  • Peixes: de 19 de fevereiro a 20 de março.

As datas revelam os dias em que o Sol transita pelas constelações.

No decorrer do ano, não apenas o Sol, mas a Lua e os planetas transitam em frente destas constelações. Assim, marcam os signos que, na astrologia, teriam influência sobre a personalidade e a vida das pessoas na Terra.

O que é signo solar?

Na astrologia, o signo solar é definido pelo posicionamento do Sol em contraponto com as constelações visíveis no firmamento. É o signo que a maioria das pessoas sabe ao serem perguntadas sobre o assunto. Isto porque seria a principal posição no céu e definiria aspectos fundamentais da personalidade de cada indivíduo.

Seria o signo solar que define como alguém se apresenta ao mundo.

Funciona assim: ao nascer, a posição do Sol em relação à constelação pela qual transita irá ditar o signo solar.

Por exemplo, um indivíduo que nascer no dia 30 de março, terá Áries como signo solar. Isto porque o Sol estaria em trânsito pela constelação de Áries entre os dias 19 de março e 21 de abril.

Ainda que definisse o caráter da personalidade deste indivíduo, o signo solar pode sofrer influências de outros aspectos do horóscopo. O signo lunar, o ascendente e a posição dos planetas também afetariam certas características na personalidade e na vida de uma pessoa.

O que é signo lunar?

É o signo definido pela posição da Lua no momento do nascimento de uma pessoa. A astrologia explica: o signo lunar define aspectos íntimos e profundos da personalidade.

Para saber qual seria o signo lunar, é preciso fazer um “mapa astral”. Além do posicionamento do Sol e da Lua, o mapa também mostra o ascendente e o posicionamento dos astros do Sistema Solar na hora que uma pessoa nasceu.

Exemplos de mapa astral astrológico
Exemplo de mapa astral astrológico

Ao influenciar aspectos de âmbito mais íntimo, o signo lunar definiria características da vida da pessoa quando está em momentos de privacidade. É quando lida com as próprias emoções e sentimentos.

Para a astrologia, é o signo que influencia como alguém se sente de verdade, enquanto o signo solar seria a forma que a pessoa lida e se mostra ao mundo.

Em suma, o signo lunar controlaria como uma pessoa responde emocionalmente a situações do dia a dia. Enquanto isso, no âmbito privado, revelaria a maneira como esta pessoa se sente e os caminhos que teriam a sua intuição.

O que é o signo ascendente?

Para descobrir ou calcular o signo ascendente, é importante entender que este é definido pela constelação que surgia no horizonte no momento do nascimento de alguém, em direção a leste.

De modo geral, tal signo teria influências sobre vários aspectos da personalidade de um indivíduo. Principalmente no que diz respeito às ações tomadas ao ter que fazer algo pela primeira vez.

Outro ponto importante que seria influenciado pelo signo ascendente é o conjunto de dons naturais que cada pessoa possui.

Neste sentido, o ascendente indicaria traços psicológicos que a pessoa ainda não tem controle e precisa desenvolver ao longo da vida.

Desse ponto de vista, muitos alegam que aspectos do signo ascendente seriam notados mais facilmente ao atingir a vida adulta.

Porém, seria precisamente o contrário. Com o tempo, os impulsos que seriam causados pelo ascendente passam a ser mais controlados, pois a pessoa aprenderá a fazer isso durante a vida, caso tenha conhecimento do seu mapa astral.

Astrologia x Astronomia

Até o século XV, a astronomia e a astrologia eram indistinguíveis uma da outra, mas hoje em dia a astrologia é considerada uma pseudociência. Ou seja, é incompatível com o método científico.

Muitos defendem questões científicas na influência dos astros sobre a vida na Terra, como os campos eletromagnéticos, mas os cientistas refutam essas afirmações.

Entretanto, a astrologia atualmente é vista por parte das pessoas como uma forma de proporcionar entendimento sobre características da personalidade humana.

Porém, de acordo com a astronomia, as constelações já mudaram de posição nos milhares de anos desde o surgimento do “estudo dos astros”.

Concepção artística da constelação de Gêmeos
Concepção artística da constelação de Gêmeos

Em 1930, a União Astronômica Internacional definiu que o caminho percorrido pelo Sol ao longo do ano (eclíptica) era iluminado por 13 constelações zodiacais. Não 12, como a astrologia delimita.

As 13 constelações de acordo com a astronomia são:

  • Áries
  • Touro
  • Gêmeos
  • Câncer
  • Leão
  • Virgem
  • Libra
  • Escorpião
  • Serpentário
  • Sagitário
  • Capricórnio
  • Aquário
  • Peixes

Apesar de Serpentário constar nos registros de constelações oficiais que iluminam a eclíptica, este é um grupo de estrelas ignorado pelos astrólogos.

Além disso, a falta de provas sobre tal influência astronômica na personalidade e eventos na Terra age contra a astrologia.

Outro ponto sempre trazido à tona pelos cientistas é o fato de a maioria das previsões astrológicas ser "vaga". Por isso, podem ser aplicadas a diversas situações do cotidiano dos seres humanos.

Veja também a diferença entre:

Emerson Machado
Emerson Machado
Escritor e jornalista, muito ligado a literatura e artes em geral. Trabalha com textos informativos e criativos desde que se lembra, tendo publicado seis livros e diversas reportagens, com direito a prêmios e tudo. É apaixonado por ciência e tecnologia e já escreveu para revistas, assessoria, jornal impresso e online. Vive no Porto, Portugal.