Emoção e sentimento


Apesar de serem usadas como sinônimos, as palavras emoção e sentimento têm significados distintos. Para entender melhor, é importante ter o conhecimento de que uma emoção cria um sentimento, que por sua vez pode criar novas emoções e outros sentimentos.

Basicamente, as emoções e os sentimentos estão estritamente relacionados. Isto porque, como uma emoção gera um sentimento, que por sua vez por dar início a emoções, um ciclo psicológico está em constante desenvolvimento.

EmoçãoSentimento
DefiniçãoReação do cérebro a um estímulo ambiental.Resultado de uma experiência emocional.
TiposPrimárias, secundárias e de fundo.-
Exemplos
  • Alegria;
  • Surpresa;
  • Raiva;
  • Pânico.
  • Amor;
  • Felicidade;
  • Ódio;
  • Inveja.

O que é emoção?

Uma emoção é uma reação a um estímulo ambiental. Neste sentido, podem causar experiências subjetivas e até mesmo alterações neurobiológicas. Elas ocorrem em uma região subcortical do cérebro e podem gerar mudanças no corpo.

Ao ser exposto à alguma emoção, o cérebro libera hormônios que alteram o estado emocional da pessoa. Isto quer dizer que podem ocorrer reações físicas, como palpitações, choro, suor e até mesmo dores inexplicáveis.

No entanto, diferente dos sentimentos, gerados a partir das emoções, estas reações são automáticas. Ou seja, perante algum acontecimento, cada pessoa passará por uma emoção distinta, que será desenvolvida no cérebro instantaneamente.

Por isso, são geralmente relacionadas à comunicação, pois são perceptíveis por outros indivíduos ao redor da pessoa emotiva. Logo, é possível identificar a origem da emoção caso seja analisada no momento, pois são geradas por fatos.

Apesar disso, uma pessoa pode ter uma emoção diferente da outra em um caso idêntico. Isto porque também dependem da experiência de vida de cada um, suas crenças e sentimentos, que são bem mais complexos que as emoções.

Isto explica porque em alguns casos certos indivíduos respondem de maneira diferente a determinados acontecimentos.

Exemplos de emoções

As emoções podem ser primárias, secundárias e de fundo. Neste sentido, pode-se dizer que as primárias são aquelas mais perceptíveis por aqueles ao redor, como pânico, alegria e tristeza.

Já as emoções secundárias nem sempre são visíveis, pois podem ser emoções de nervosismo, vergonha ou culpa.

As emoções de fundo são aquelas não perceptíveis, que proporcionam uma forma de bem ou mal-estar, como calma ou angústia.

Saúde mental, cérebro, emoção, sentimento

Exemplos de situações emotivas

As emoções causam reações físicas. Apesar de alguns indivíduos serem capazes de controlar estas reações para que não afetem o mundo ao redor, muitos consideram extremamente difícil manter as emoções sob controle.

Abaixo, listamos alguns exemplos:

  • Ao voar do Rio de Janeiro para São Paulo, o avião passa por uma área de turbulência e gera um ataque de pânico (uma emoção) em uma passageira. Esta é ajudada pela comissária de bordo, que tem uma experiência de vida diferente daquela da passageira, podendo agir para tentar acalmá-la.

  • Após uma discussão acalorada em um bar depois de duas cervejas, dois homens acabam se envolvendo em uma briga. O conflito foi iniciado porque um discordou do que o outro acreditava, o que gerou emoções de irritabilidade, que por consequência levou a uma reação de iniciar uma luta entre os discordantes.

  • Um caçador é confrontado por um lobo, o que desencadeou uma emoção de nervosismo. No entanto, por estar acostumado com este tipo de situação, o indivíduo consegue manter as reações sob controle e pensar rapidamente na melhor estratégia para não sofrer um ataque por parte do animal.

O que é sentimento?

O sentimento é o resultado de uma experiência emocional. Neste sentido, as reações geradas pelas emoções de forma consciente serão os gatilhos para a criação de sentimentos. Geralmente, são sensações que acontecem no “fundo da mente” e podem ser facilmente escondidas do mundo ao redor.

Entender a relação entre as emoções e os sentimentos é crucial para o autoconhecimento. Isto porque um sentimento é algo profundo e que pode ser disfarçado pelo indivíduo. Por isso, é de extrema importância ter alguém de confiança com quem a pessoa possa dividir seus sentimentos.

Diferentemente das emoções, os sentimentos podem não ser passageiros e, em alguns casos, podem durar a vida toda. Casos de sentimentos negativos (como tristeza profunda) podem causar doenças, como a depressão.

Apesar de serem menos intensos que as emoções, os sentimentos duram muito mais tempo – o que pode ser bom (como um sentimento de amor) ou ruim (como um sentimento de ódio).

Além disso, a causa do sentimento não é facilmente identificada, o que pode gerar angústia e sofrimento para quem lida com sentimentos negativos. Por ser de âmbito extremamente íntimo, o sofrimento pode passar despercebido por todos.

Exemplos de sentimentos

De modo geral, os sentimentos são vistos como uma disposição mental perante algo ou alguém. Entre os exemplos de sentimento, pode-se citar:

  • Amor;
  • Felicidade;
  • Ódio;
  • Inveja;
  • Compaixão;
  • Decepção.

Estes são apenas alguns dos sentimentos mais comuns dos seres humanos, uma vez que dependendo do indivíduo, vários outros podem se apresentar. Há o sentimento de curiosidade, gratidão, justiça, medo, entre centenas de outros.

Saúde mental, emoção, sentimento

Emoção x Sentimento

Como visto, as emoções são reações do cérebro perante um acontecimento e podem até ser físicas. No entanto, são passageiras e podem gerar sentimentos ou não. Já um sentimento, criado a partir de uma emoção, é duradouro.

Para ilustrar um exemplo: se um ser humano está caminhando por uma floresta e se depara com um tigre, imediatamente será tomado por uma emoção de pânico. Esta emoção fará o cérebro liberar hormônios para que o indivíduo reaja à situação para se salvar, gerando o que a psicologia chama de comportamento de luta ou fuga.

No entanto, se um ser humano estiver em um local seguro pensando em um tigre, e em como são ferozes, sendo que seu instinto animal não o faria hesitar em atacar uma pessoa, o sentimento na mente deste indivíduo é de medo.

Isto porque não se encontra frente a frente com o animal que lhe traz o sentimento à tona. Se estivesse, passaria por uma emoção.

Veja também a diferença entre: