Fontes de energia renováveis e não renováveis


Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia

A diferença entre as fontes de energia renováveis e não renováveis é que as renováveis utilizam recursos que não se esgotam ou se regeram na natureza.

Já as fontes de energia não renováveis utilizam recursos que se esgotam na natureza e, por isso, podem gerar diversos problemas para o meio ambiente.

Assim, os diferentes tipos de energia podem ser produzidos por fontes de energias renováveis (solar, eólica, hidrelétrica, geotérmica, biomassa, etc.) e fontes de energia não renováveis (combustíveis fósseis e energia nuclear).

Fonte de Energia Renovável Fonte de Energia Não Renovável
O que é Fontes de energia que não se esgotam na natureza. Fontes de energia que se esgotam na natureza.
Exemplos Solar, eólica, hidrelétrica, geotérmica, biomassa, etc. Combustíveis fósseis e energia nuclear.
Impacto ambiental É nulo ou baixo em relação aos impactos causados pelas fontes de energia não renováveis Grande, pois gera diversos impactos ambientais.

Fontes de energia renováveis

As fontes de energia renováveis são extraídas de elementos que continuarão presentes no planeta, como na utilização da força dos ventos (eólica), dos mares e rios (hidrelétrica) ou das ondas luminosas do Sol (solar).

Energia eólica

Parque eólico
Parque eólico produtor de energia elétrica

Os chamados parques eólicos são extensas áreas em que são instaladas diversas turbinas que captam a energia vinda dos ventos.

O vento movimenta as pás dessas turbinas aerogeradoras e elas transformam a energia mecânica em energia elétrica.

Nos moinhos de vento, algo parecido ocorre. O movimento das pás ativam uma engrenagem, que transfere o movimento para a área da moagem. Nessa área de moagem, o produto é triturado, sendo transformado em farinha ou extraindo líquidos que serão encaminhados para outros setores de produção.

A energia eólica é uma das fontes mais limpas de energia. Entretanto, há um alto custo para a sua instalação.

Energia solar

Painéis Solares
Painéis solares captam a energia do Sol

A energia solar, assim como a eólica, é uma fonte muito limpa de energia, mas possui um custo de instalação relativamente alto.

Diferentemente da energia dos ventos, esse tipo de produção de energia é oriunda das ondas eletromagnéticas vindas do Sol. Essas ondas são captadas por painéis (painéis solares), ativando o fluxo de elétrons e gerando energia elétrica.

O calor do Sol também pode ser captado e utilizado para aquecer reservatórios de água, utilizados em casas e indústrias.

Uma importante informação é que essas fontes energia limpa podem produzir mais energia que se consome. Quando isso acontece, é possível vender o excedente dessa energia para o governo.

Energia hidrelétrica

Hidrelétrica de Itaipu
Usina Hidrelétrica de Itaipu

Em uma usina hidrelétrica, a força da água é utilizada para movimentar um gerador de energia elétrica.

Este tipo de fonte de energia é muito utilizado no Brasil. Cerca de 90% da energia elétrica consumida nas casas vem de uma hidrelétrica.

A hidrelétrica é uma fonte de energia atrativa pela grande quantidade de rios em todo o país e pelos baixos custos de manutenção. Entretanto, alguns impactos ambientais e sociais decorrentes da necessidade de alagar grandes áreas é um problema para a sua instalação.

Energia geotérmica

Usina Geotérmica
Usina geotérmica utiliza o calor do centro da Terra

Nas usinas geotérmicas, o calor vindo das camadas mais profundas do centro da Terra é utilizado para aquecer a água. Essa água se transforma em vapor que move os geradores de energia elétrica.

Normalmente, esse tipo de indústria está localizada em áreas de atividade vulcânica. Isso ocorre porque nesses locais o calor está mais perto da superfície, exigindo uma menor perfuração.

Por isso, esse modelo não é utilizado no Brasil, já que o país não possui uma atividade vulcânica relevante.

Biomassa

Biomassa de Cana
O bagaço da cana é aproveitado para a produção de energia

Ao contrário da energia geotérmica, a produção de energia derivada de biomassa, tem se mostrado como uma grande fonte explorada no país.

Nela, a utilização de vegetais e derivados como combustível é utilizado para o funcionamento de diversas máquinas.

Um outro bom exemplo, é a produção de etanol e biodiesel. Retirados da biomassa de cana de açúcar, ele são responsáveis por abastecer boa parte da frota de automóveis no Brasil.

Mesmo na gasolina, que é um combustível de origem fóssil, existe a presença de uma percentagem de etanol em sua composição.

Entretanto, por se tratar da queima de um produto, a liberação de uma quantidade considerável de dióxido carbono (CO2) preocupa os ambientalistas.

Fontes de energia não renováveis

As fontes de energia não renováveis são extraídas de elementos encontrados na natureza e que tendem a acabar, como o combustível fóssil (petróleo, carvão mineral, gás natural, etc.) ou os elementos radioativos usados nas usinas nucleares (urânio, plutônio, etc.).

Combustíveis fósseis

Plataforma de Petróleo
Plataforma de Petróleo

Derivados do petróleo ou carvão mineral são usados como combustíveis para o funcionamento de máquinas e motores. Essa ainda é a principal fonte de energia utilizada no planeta.

A manutenção desse modelo se dá pela lucratividade dos processos. No entanto, os riscos trazidos ao meio ambiente são os principais obstáculos para a sua manutenção.

Usinas nucleares

Usina Nuclear
Torres de resfriamento de uma usina nuclear

Em uma usina nuclear, a fissão (quebra) de elementos como o urânio gera calor. Esse princípio é o mesmo utilizado nas bombas atômicas. Entretanto, nas usinas nucleares, o calor gerado aquece a água e o vapor dessa água movimenta a turbina de um gerador de energia elétrica.

Essa fonte de energia tem como vantagem os baixos índices de poluição para o meio ambiente em sua produção. Mas, a preocupação maior se dá com os aspectos de segurança por se tratar de elementos muito perigosos para a saúde humana.

O descarte de dejetos radioativos e o risco de acidentes, como o ocorrido em Chernobyl (1986) preocupam ambientalistas e governos.

Veja também a diferença entre:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).