Linguagem verbal e não verbal


Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia

A linguagem verbal destaca-se pelo uso de palavras, enquanto na linguagem não verbal são usados símbolos, gestos, imagens e outros signos não verbais (sem o uso de palavras).

Para que a comunicação se realize, são necessárias, pelo menos, duas pessoas: o emissor da mensagem e alguém que a receba (receptor).

É comum no dia a dia, a utilização dos dois tipos de linguagem simultaneamente. Em uma conversa, por exemplo, apesar de ter como foco a comunicação verbal, através das palavras que são ditas, a linguagem não verbal cumpre um papel importante.

Presente nos gestos, expressões faciais e nas entonações das palavras, a linguagem não verbal pode reforçar ou alterar o sentido das palavras.

Linguagem verbal Linguagem não verbal
Elementos presentes
  • Palavras
  • Imagens
  • Gestos
  • Sons
  • Expressões corporais e faciais
Exemplos
  • Conversas
  • Discursos
  • Textos
  • Rádio
  • Língua de sinais
  • Placas de aviso e de trânsito
  • Obras de arte
  • Dança

O que é linguagem verbal?

A linguagem verbal é caracterizada pela comunicação através do uso de palavras. Essas palavras podem ser faladas ou escritas. O conjunto das palavras utilizadas em uma língua é chamado de léxico.

Aprender a falar resume-se no domínio de um conjunto de palavras e seus significados (léxico). Desde a infância, a pessoa é ensinada a compreender e usar um número cada vez maior de palavras.

Durante sua formação, as pessoas dominam o uso desses signos verbais (palavras) e tornam-se capazes de se comunicar a partir da fala e da escrita.

Entretanto, geralmente, para comunicar algo, faz-se uma mistura entre comunicação verbal e não verbal.

Martin Luther King Jr.
No dia 28 de agosto de 1967, Martin Luther King Jr. fez um dos discursos mais famosos da história, que ficou conhecido como "Eu tenho um sonho".

O que é linguagem não verbal?

A comunicação não verbal é compreendida como toda a comunicação realizada através de elementos não verbais. Ou seja, que não usem palavras.

A linguagem não verbal é uma forma de comunicação eficaz quando, por algum motivo, a mensagem não pode ser enviada de maneira verbal. As placas de trânsito, por exemplo, fazem parte de código não verbal aprendido por condutores de veículos.

Estação do Metrô
Em uma estação de metrô, a comunicação não verbal pode estar presente na faixa que limita a zona de segurança da plataforma ou no sentido proibido de uma escada rolante

Outro bom exemplo de linguagem não verbal é a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Sua complexidade permite todo o tipo de comunicação sem a necessidade do uso de palavras (faladas).

Nas artes plásticas, a comunicação não verbal é realizada em quadros e esculturas. Cabe ao receptor reinterpretá-las de acordo com suas ideias, emoções e sentimentos.

Curiosidades

  • Segundo estudos, uma pessoa comum fala em média 15 mil palavras por dia.
  • Na língua portuguesa, existem cerca de 400 mil palavras.
  • A Língua Brasileira de Sinais (Libras) não é uma adaptação através de gestos da Língua Portuguesa. Ela representa um idioma próprio com suas próprias regras gramaticais.
  • O código de trânsito brasileiro possui mais de 110 placas de sinalização.

Veja também a diferença entre:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).