Psicopata e Sociopata


Psicopatas e Sociopatas sofrem de Transtorno de Personalidade Antissocial (TPAS) e a principal diferença entre os dois está no modo como eles desenvolveram essa doença.

A psicopatia é considerada uma condição inata do indivíduo, ou seja, a pessoa já nasce psicopata. Por outro lado, a sociopatia é desenvolvida durante a vida, por meio da educação, relações sociais ou traumas.

Apesar de psicopatas e sociopatas possuírem várias características em comum, a origem desse transtorno gera algumas diferenças em suas personalidades.

PsicopataSociopata
Origem da doença

Geralmente a psicopatia é associada à uma condição inata do indivíduo, e alguns estudos sugerem que ela possa ser hereditária.

No entanto, alguns ramos da psicologia consideram que o transtorno pode ser adquirido por meio de traumas, principalmente na infância.

Na sociopatia, o Transtorno de Personalidade Antissocial é desenvolvido durante a vida da pessoa, sendo associado à educação e contato com a sociedade. 

Relações sociais

Psicopatas tendem a ser superficialmente normais em relações sociais. Eles costumam ser educados, ter uma boa carreira e se relacionar bem com as pessoas.

Porém, isso diz respeito à aparências, pois psicopatas são incapazes de criar laços, mesmo com familiares. 

Eles não possuem empatia, apego ou sentimentos de culpa, e por isso costumam ser predadores sociais e altamente manipuladores.

Como a sociopatia é adquirida durante a vida, sociopatas podem criar laços com outros indivíduos, e até mesmo se sentirem culpados por machucar pessoas próximas. 

Porém, eles tendem a ser explosivos e violentos, e por isso sua relação com as pessoas é mais complicada. Sociopatas dificilmente mantém um trabalho. 

Impulsividade

Tem um comportamento controlado e calculado.

Geralmente são impulsivos e espontâneos.

Empatia e culpaComo eles não sentem empatia ou culpa, psicopatas não se importam em ferir ou se aproveitar dos outros.Como eles podem empatizar com familiares ou amigos próximos, os sociopatas podem se sentir culpados por ferir pessoas próximas.
Comportamento criminal

Os psicopatas assumem riscos calculados, como esquema de fraudes e outros crimes premeditados.

Tende a minimizar as evidências.

Geralmente seus crimes são de natureza espontânea, por isso acabam deixando evidências. 

% da população1% da população geral.4% da população geral.

Origem da psicopatia

Acredita-se que a psicopatia seja uma condição inata, originada de uma falha genética que prejudica o desenvolvimento de partes do cérebro relacionadas às emoções, controle de impulsos, empatia e moralidade.

Essa hipótese tem base em diversos escaneamentos cerebrais conduzidos em diferentes partes do mundo. Além disso, um estudo de Minnesota analisando gêmeos criados separadamente chegou à conclusão de que a psicopatia é 60% hereditária.

Porém, alguns psicólogos acreditam que a psicopatia pode ser adquirida por meio de traumas, especialmente durante a infância.

Origem da sociopatia

A sociopatia é relacionada com o ambiente e a educação, mostrando como fatores externos tiveram um papel no desenvolvimento do Transtorno de Personalidade Antissocial. Ou seja, diferente da psicopatia, a sociopatia é adquirida durante a vida.

Semelhanças entre psicopatas e sociopatas

Psicopatas e sociopatas compartilham de várias características em comum. Entre elas estão:

  • Ambos sofrem de Transtorno de Personalidade Antissocial;
  • Falta de empatia;
  • Demonstram um total desprezo por regras sociais e comportamento padrão;
  • Não sentem remorso ou culpa.

Diferenças na personalidade de um psicopata e um sociopata

A origem da psicopatia e da sociopatia geram determinadas diferenças na personalidade de quem sofre desses transtornos.

Psicopatas são mais frios e calculistas, enquanto os sociopatas tendem a agir de forma mais impulsiva e irresponsável.

Psicopatas tendem a ser manipuladores e mentirosos natos, por isso, eles aparentam ter uma vida normal e relações sociais saudáveis. Porém, eles são incapazes de sentir empatia e culpa, e de criar laços afetivos com quaisquer pessoas.

Como a sociopatia é adquirida durante a vida, os sociopatas tendem a ter resquícios de empatia e são capazes de criar laços afetivos com algumas pessoas. Porém, seu temperamento mais explosivo faz com que eles tenham relações sociais mais conturbadas.

Comportamento criminal e tendências violentas

Embora uma das características da Transtorno de Personalidade Antissocial seja a impulsividade, os psicopatas tendem a ser mais cautelosos e evitar riscos. É mais comum que se envolvam em fraudes, ou que seus crimes sejam premeditados. Porém, na maioria dos casos, eles se aproveitam das pessoas ao redor sem fazer nada ilegal.

Por outro lado, os sociopatas são mais impulsivos e seus surtos de violência tendem a ser não planejados, deixando pistas.