Pesquisa descritiva, exploratória e explicativa


Juliana Diana
Revisão por Juliana Diana
Professora de Biologia e Doutora em Gestão do Conhecimento

A principal diferença entre esses tipos de pesquisa se dá no objetivo final de cada uma delas.

Na pesquisa exploratória o objetivo é conhecer melhor um determinado tema, na pesquisa descritiva se busca um aprofundamento no tema, enquanto a explicativa procura conectar as ideias para compreender causas e efeitos.

Pesquisa exploratóriaPesquisa descritivaPesquisa explicativa
Definição

A pesquisa exploratória procura explorar um problema, de modo a fornecer informações para uma investigação mais precisa.

Elas visam uma maior proximidade com o tema, que pode ser construído com base em hipóteses ou intuições.

A pesquisa descritiva visa descrever algo. Para isso, é feita uma análise minuciosa e descritiva do objeto de estudo. Essa pesquisa não pode ter interferência do pesquisador.

A pesquisa explicativa é uma tentativa de conectar as ideias e fatores identificados para compreender as causas e efeitos de determinado fenômeno.

É onde pesquisadores tentam explicar o que está acontecendo.

ObjetivoDescobrir ideias e pensamentos.Descrever características e funções.Compreender causas e efeitos.
ProcessoNão-estruturado.Estruturado.Estruturado.
DadosQualitativo.Quantitativo.Quantitativo.
Coleta de dadosPesquisas bibliográficas e estudos de caso são muito utilizados nas pesquisas exploratórias.Apesar de também investirem na coleta e no levantamento de dados qualitativos, utiliza-se principalmente dados quantitativos.Baseada em métodos experimentais.

Pesquisa exploratória

Como o nome indica, o principal objetivo deste tipo de pesquisa é explorar um problema, e assim fornecer informações para uma investigação mais precisa. Ela se concentra na descoberta de ideias e pensamentos.

Costuma ser a pesquisa inicial em uma ideia hipotética ou teórica. É aqui que um pesquisador tem uma ideia, ou vai buscar compreender melhor algo que ele observou.

Desse modo, a pesquisa exploratória funciona como uma tentativa de estabelecer as bases que levarão a estudos futuros, ou determinar se o que está sendo observado pode ser explicado por uma teoria já existente. Na maioria das vezes, essas pesquisas constituem a base inicial para futuras pesquisas.

Pesquisas exploratórias podem surgir em duas formas: um novo tópico ou um novo ângulo. Enquanto um novo tópico é uma nova teoria ou ideia a ser explorada, os novos ângulos são as novas formas de olhar para as coisas, seja por uma perspectiva teórica ou uma nova maneira de medir dados.

Nesse tipo de pesquisa, a informação necessária é vagamente definida e o processo de pesquisa é flexível e desestruturado.

Pesquisa descritiva

Uma vez estabelecida a base, o campo recém-explorado precisa de mais informações. É nesse ponto que a pesquisa descritiva se destaca, pois ela representa as tentativas de explorar e explicar sobre determinado tema, fornecendo informações adicionais sobre ele.

É aí que a pesquisa tem como objetivo descrever o que está acontecendo com mais detalhes, preenchendo as partes que faltam e expandindo nossa compreensão. Para isso, coleta-se o máximo de informação possível, em vez de fazer suposições ou modelos elaborados para prever o futuro.

O principal uso desse tipo de pesquisa é definir melhor uma opinião, atitude ou comportamento de um grupo de pessoas em determinado assunto.

Ao contrário da pesquisa exploratória, a pesquisa descritiva apresenta um planejamento e estrutura pré-definidos para que a informação coletada possa ser estatisticamente inferida em uma população.

Pesquisa Explicativa

A pesquisa explicativa tem como objetivo explorar algo novo. Ela é realizada como uma tentativa de conectar as ideias, de modo a compreender as causas e efeitos de determinado fenômeno. É onde pesquisadores tentam explicar o que está acontecendo.

A pesquisa exploratória analisa a forma como as coisas se juntam e interagem. E ao contrário da pesquisa descritiva, aqui se busca decifrar as teorias e relações por meio da experimentação.

Esse tipo de pesquisa tem dois objetivos: entender quais variáveis são a causa e quais variáveis são o efeito, e determinar a natureza da relação entre as variáveis e o efeito previsto.

Assim como a pesquisa descritiva, a pesquisa exploratória é de natureza quantitativa, sendo necessário definir um planejamento e estruturação da pesquisa. Por esse motivo, também é considerada uma pesquisa conclusiva.

Veja também as diferenças entre:

Juliana Diana
Revisão por Juliana Diana
Licenciada em Ciências Biológicas pelas Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO) em 2007. Pós-graduada em Informática na Educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2010. Doutora em Gestão do Conhecimento pela UFSC em 2019.