Democracia direta, indireta e representativa


Juliana Bezerra
Revisão técnica por Juliana Bezerra • Professora de História
Escrito por Emerson Machado

A democracia direta é um sistema político em que os cidadãos elegíveis fazem parte das tomadas de decisões de forma direta, ou seja, sem intermediários. Hoje, não há nenhum país de democracia direta.

A democracia representativa é uma forma de democracia indireta, em que as decisões são tomadas por representantes eleitos pelos cidadãos.

DemocraciaDemocracia diretaDemocracia indireta (representativa)
DefiniçãoÉ um sistema político em que o povo participa ativamente das tomadas de decisão referente à administração de um estado / país.É um sistema político em que o povo, diretamente e sem representantes, participa ativamente nas tomadas de decisões de um estado / país.Consiste na escolha da população, por meio de eleições, de representantes para que tomem decisões em seu nome.
Características

Pode ser direta (em que os cidadãos decidem sobre questões relacionadas a criações de leis, orçamento, etc.); ou indireta / representativa (em que a população escolhe representantes para que tomem decisões em seu nome).

Na democracia direta, todas as questões relacionadas à administração do estado / país são definidas pelo povo. Neste caso, não há escolha de representantes, pois a população participaria ativa e diretamente nas tomadas de decisão.

A população escolhe representantes para que tomem decisões em seu nome. Há eleições para que estes sejam eleitos. Ou seja, a população participa das decisões através de pessoas em quem confiam, escolhidas democraticamente.

Exemplos

Países democráticos:

  • Brasil;
  • Argentina;
  • Estados Unidos;
  • Canadá;
  • Portugal;
  • Noruega.

Atualmente, não há nenhum país de democracia direta. Na Grécia Antiga era exercida, mas naquela época nem todos podiam participar das tomadas de decisão, como as mulheres.

  • Brasil;
  • Portugal;
  • Estados Unidos;
  • Canadá;
  • França;
  • Alemanha;
  • Itália.

O que é democracia?

A palavra democracia vem do grego para “governo do povo” e, como é de se supor, é a população de um país que participa das tomadas de decisão. Não obstante, para que um governo seja considerado democrata, ele precisa garantir a igualdade e a liberdade do povo, além do Estado de direito.

A democracia é um sistema político em que os cidadãos podem participar das decisões relacionadas ao Estado direta ou indiretamente. As tomadas de decisão podem ser relativas à escolha de representantes para que decidam em nome do povo sobre assuntos diversos, como a criação de leis.

Democracia direta

Quando os cidadãos participam ativa e diretamente das decisões políticas de um Estado, estes vivem em uma democracia direta. As tomadas de decisão são feitas por votações, consultas populares (como plebiscitos e referendos).

Entretanto, atualmente não há nenhum país em que a democracia direta seja exercida. A maioria dos países opta pelo modelo democrático de democracia indireta (representativa), em que os cidadãos escolhem representantes para que tomem decisões em seu nome.

Há ainda certo consenso de que nunca houve uma democracia direta, pois quando exercida na Grécia Antiga, somente parte da população tinha o direito a participar de decisões.

É visto por muitos como um modelo que pode não funcionar efetivamente, isto porque questões em que milhares de pessoas precisam decidir sobre determinado assunto poderiam ser difíceis de se obter consenso claro.

Democracia indireta ou representativa

Em uma democracia indireta (representativa), os cidadãos escolhem representantes em intervalos regulares para que estes votem sobre assuntos para a administração do país. No Brasil, as eleições destes representantes ocorrem a cada quatro anos, mas variam de país para país.

Por isso, é importante que os cidadãos em uma democracia indireta (representativa) estejam atentos sobre quem escolhem para os mandatos políticos. Isto porque irão representá-los no governo e tomar decisões em seu nome.

O Brasil é adepto da democracia representativa (também chamada de indireta ou semidireta). Assim, o povo escolhe representantes, que exercem mandatos para efetuar as vontades e anseios da população.

No entanto, em alguns momentos, os cidadãos podem ser chamados para decidir sobre questões diretamente, através de plebiscitos e referendos.

A maioria dos países democratas são adeptos da democracia representativa. Além do Brasil, pode-se citar como exemplos Estados Unidos, França, Portugal, Canadá, Reino Unido, entre outros.

Veja também a diferença entre:

Juliana Bezerra
Revisão técnica por Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.