Difusão simples e facilitada


A difusão simples é um modo de transporte passivo de substâncias através da membrana celular, do meio mais concentrado para onde há a concentração mais baixa da substância. Na difusão facilitada, ocorre o mesmo processo, entretanto, há o auxílio das permeases para a entrada da substância nas células.

As permeases são proteínas que atuam como carreadoras no transporte de substâncias para dentro das células. Por isso, chama-se de "difusão facilitada", as permeases facilitam esse processo de difusão.

O transporte passivo se diferencia do transporte ativo por não haver nada que movimente as substâncias, por conseguinte, não há gasto de energia metabólica para esse deslocamento.

Difusão Simples Difusão Facilitada
O que é Transporte passivo de substâncias através da membrana celular. Transporte passivo de substâncias através da membrana celular facilitada pelo auxílio das permeases.
Movimento Da área de maior concentração para a de menor concentração. Da área de maior concentração para a de menor concentração.
Velocidade de difusão Menor velocidade. Dependente do nível de concentração. Quanto maior a diferença de concentração, maior a velocidade de difusão. Maior velocidade. Dependente da quantidade de permeases. Quanto maior o número de carreadoras, maior a velocidade de difusão.
Proteínas auxiliares à difusão Não há. Aminoácidos e glicose.

Outro processo de transporte passivo é a osmose. Na osmose, em geral, ocorre a passagem de água de um meio hipotônico para um hipertônico.

O que é a difusão simples?

A difusão simples é o processo de transporte passivo de substâncias através da membrana celular. Nesse processo, os níveis de concentração é responsável pela velocidade da reação.

Processo de difusão simples

Diferente da difusão facilitada, nesse processo, não há o auxílio de proteínas para o transporte de substâncias. Assim, as moléculas são transportadas "naturalmente", através da permeabilidade da membrana celular, buscando o equilíbrio entre a concentração exterior e interior.

Desse modo, a velocidade tende a ser mais baixa em relação à difusão facilitada, pois dependerá dos níveis de concentração da substância a ser transportada. Maior concentração, maior o desequilíbrio, maior a velocidade de difusão.

O que é difusão facilitada?

Esquema de uma difusão facilitada (com permeases)

A difusão facilitada ocorre quando há uma proteína que auxilia a passagem de substância pela membrana celular. A essas carreadoras de substâncias dá-se o nome de permeases.

As permeases são, em geral, glicose ou aminoácidos, capazes de selecionar e transportar as substâncias através da membrana.

Diferente do transporte ativo, onde esse transporte é realizado com gasto de energia (ATP), a difusão facilitada, permanece sendo um transporte passivo.

Entretanto, pela atuação das permeases, a velocidade de difusão é aumentada, não dependendo do gradiente de concentração.

As permeases facilitam o processo de difusão, aumentando sua velocidade até o ponto de saturação, em que essas moléculas encontram-se todas ocupadas nessa função.

Osmose

Há ainda um terceiro tipo de transporte passivo, a osmose. Ela ocorre através da passagem de um solvente - em geral, a água - de um meio para outro.

Nesse processo, a água é transportada através da membrana semipermeável, de um meio menos concentrado (hipotônico) para um meio mais concentrado (hipertônico).

É o que ocorre para a troca de nutrientes nas células animais e vegetais, por exemplo, no processo realizado pelas raízes das plantas.

Veja também a diferença entre:

Atualizado em