Células diploides e haploides


Existem dois tipos de células no corpo, as células haploides e as células diploides. Sua maior diferença está relacionada ao número de cromossomos que cada célula contém: Enquanto as células diploides contém dois cromossomos (2n), as células haploides contém um cromossomo (1n).

Células diploidesCélulas haploides
DefiniçãoCélulas diploides contêm dois conjuntos completos de cromossomos (2n).As células haploides têm metade do número de cromossomos (n), ou seja, uma célula haploide contém apenas um conjunto completo de cromossomas.
Divisão celularCélulas diploides se reproduzem por mitose, produzindo células-filhas que são réplicas exatas.

As células haploides são resultado do processo de meiose, um tipo de divisão celular em que as células diploides se dividem para dar origem a células germinativas haploides.

OrganismosOs seres humanos e a maioria dos animais são considerados organismos diploides.Algas e os fungos são exemplos de organismos que são haploides na maior parte de suas vida. Abelhas machos, vespas e formigas também são haploides.
Exemplo de célulasSão encontradas células diploides na pele, sangue e células musculares (também conhecidas como células somáticas)Células haploides são usadas na reprodução sexual, em espermatozoides e óvulos (também conhecidos como gametas).

Células haploides e diploides

Quais células são haploides e diploides?

Nos humanos, as células autossômicas (ou somáticas) são células diploides, contendo dois conjuntos de cromossomos (2n). Essas células podem ser encontradas na pele, sangue e células musculares. O número de cromossomos (n) difere em diferentes organismos, e em seres humanos, o conjunto completo (2n) compreende 46 cromossomos.

Já as células haploides são encontradas nos gametas ou células germinativas, e contém apenas um conjunto de cromossomos (n). Um exemplo de células haploides são as células encontradas nos espermatozoides e no óvulo.

Divisão celular e reprodução

Meiose

Todas as células animais têm um número fixo de cromossomos em suas células do corpo, existindo em pares homólogos (2n). Cada par de cromossomos consiste de em um cromossomo da mãe e o segundo do pai.

Durante o processo de meiose (divisão celular para reprodução sexual), as células diploides (2n) se dividem para produzir células haploides, que contém apenas um conjunto de cromossomos (n). 

Quando os gametas masculinos e femininos se fundem durante a fertilização e a formação do zigoto, o número de cromossomos é restaurado novamente para 2n. Assim, as células diploides são aquelas que contêm um conjunto completo de cromossomos, enquanto que as células haploides são aquelas que têm metade do número de cromossomos no núcleo (n).

Esse processo não ocorre em organismos que se reproduzem através de processos assexuados, como as bactérias. Já nas células vegetais, o estágio "n", ou haploide, constitui uma grande parte do seu ciclo de vida.

Mitose

O crescimento celular é o resultado da mitose, um processo pelo qual células-mãe se dividem para dar origem a células-filhas haploides idênticas, contendo igual número de cromossomos.

Este processo difere ligeiramente em diferentes tipos de células. Células animais sofrem uma mitose "aberta", com a quebra da membrana nuclear, enquanto organismos como fungos e leveduras sofrem mitose fechada, mantendo sua membrana nuclear intacta.

Resumindo

1. Uma célula haploide possui apenas um conjunto de cromossomos (n), enquanto células diploides têm dois conjuntos de cromossomos (2n).

2. Nos humanos, as células somáticas são diploides, enquanto os gametas são haploides.

3. As células diploides são desenvolvidas como resultado da divisão celular mitótica, enquanto as células haploides são desenvolvidas como resultado da divisão celular meiótica.

4. A mitose produz 2 células-filhas idênticas, onde ambas as células-mãe e filha são diploides. Na meiose, uma célula diploide se divide duas vezes para produzir 4 células-filhas haploides.

5. Os seres humanos e a maioria dos animais são considerados organismos diploides, enquanto as algas e os fungos são exemplos de organismos que são haploides na maior parte de suas vidas. Abelhas machos, vespas e formigas também são haploides.