Lucro e faturamento


O faturamento é a soma dos ganhos obtidos por um empresa, enquanto o lucro é o faturamento menos os custos que essa empresa teve. O lucro de uma empresa pode ser dividido em lucro líquido e bruto.

Por exemplo, uma loja vendeu 100 sapatos por R$ 50,00 cada. Seu faturamento foi de R$ 5000. Porém, a loja teve custos de R$ 3000. Diminuindo os custos do valor de faturamento, sabemos que o lucro da empresa foi de R$ 2000.

Faturamento - Custos = Lucro

O que é faturamento?

O faturamento é valor que uma empresa obtém por meio da venda de produtos ou da prestação de serviços. É o dinheiro que entra em caixa.

O faturamento de uma empresa deve ser apresentado aos órgãos encarregados da fiscalização, contendo descrições dos valores obtidos na comercialização de produtos. Esses órgãos responsáveis pela fiscalização e tributos denominam o faturamento das empresas como receita bruta.

O que é lucro bruto e líquido?

O lucro é o valor final que a empresa tem, depois que os gastos são diminuídos do faturamento. Esse lucro pode ser dividido entre lucro bruto e líquido, de acordo com os tipos de gastos.

O lucro bruto é definido de acordo com os custos variáveis de uma empresa. Os gastos variáveis são aqueles que dependem da quantidade de bens produzidos, ou da quantidade de serviço prestado, como por exemplo, a matéria prima.

A quantidade de ingredientes compradas para uma pizzaria, e os gastos relativos a isso, vão variar se forem vendidas 10 ou 100 pizzas em um mês.

Faturamento - custos variáveis = Lucro bruto

Já o lucro líquido é o valor faturado, menos os custos variáveis, os custos fixos e os impostos.

Esses custos fixos são os que existem independentemente da quantidade de itens que você vende ou do serviço que presta, como por exemplo, o salário dos funcionários, ou o aluguel de um espaço.

Faturamento – custos variáveis – custos fixos – impostos = Lucro líquido

Sendo assim, um alto faturamento não significa necessariamente que a empresa terá lucro. Para isso, os gestores devem ter ciência sobre seus gastos fixos e variáveis, para que ao fim do mês seu faturamento seja suficiente para pagar os compromissos, e haver lucro (dinheiro que sobra depois de cobrir os custos).

Para conseguir um lucro líquido satisfatório, é importante que a empresa efetive um planejamento financeiro, crie alternativas de melhoria na produtividade e controle as despesas operacionais.

O cálculo da margem de lucro também é importante, para que a empresa tenha uma melhor ideia de por quanto vender seus produtos, de acordo com quanto precisa ter de retorno.

Tipos de lucro em relação à apuração de impostos

A apuração de impostos de uma empresa pode ter como base quatro tipos de lucro: o lucro real, lucro presumido, simples nacional ou lucro arbitrado.

A opção definida determinará qual será o cálculo sobre o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Veja também a diferença entre Juros simples e Juros composto