Hipônimo e hiperônimo


Os hipônimos são palavras mais específicas, com uma abrangência menor. Já os hiperônimos são palavras mais abrangentes que darão conta de uma série de seus hipônimos. Assim, os hiperônimos vão sempre possuir uma extensão maior que os hipônimos.

O hiperônimo é superior hierarquicamente, transmite a ideia de um todo, enquanto o hipônimo é referente a uma parte contida nesse todo, assim, são compreendidos como inferiores. Por exemplo, aves é o hiperônimo de galinha, arara, pardal ou águia, que são hipônimo.

Exemplos de hiperônimo e hipônimo

Hiperônimo Hipônimo
Religião Catolicismo, protestantismo, budismo, hinduísmo, islamismo…
Escola Aluno, professora, diretor, inspetor…
Jogo quebra-cabeça, futebol, truco, amarelinha, queimado…
Animal Ser humano, jacaré, pato, leão, macaco, gato…
Braço Pulso, cotovelo, mão, bíceps…
Ferramenta Martelo, chave de fenda, serrote, pé de cabra…
Fruta Abacaxi, mamão, banana, maçã, laranja, uva…
Alimento Feijão, arroz, pipoca, batata, farofa…
Universo Planetas, cometas, estrelas, galáxias…

O que são os hipônimos?

Os hipônimos são palavras mais específicas e menos abrangentes em relação a seus hiperônimos, cumprem a função de especificar sobre aquilo que está sendo dito.

Entretanto, por se tratar de uma relação entre palavras, um termo pode ser um hipônimo de uma palavra, e um hiperônimo de outra. Por exemplo, mamífero é hipônimo de animal, mas é hiperônimo de seres humanos, gatos, cães, coelhos, etc.

O que são hiperônimos?

Os hiperônimos são palavras de sentido mais genérico e amplo, cumprem a função de abarcar uma série de outros termos (os hipônimos).

Na semântica, estudo sobre os sentidos das palavras, os hiperônimos são hierarquicamente superiores aos hipônimos. Essa superioridade pode ser observada no seu significado, que é sempre mais extenso.

Assim, o hiperônimo é um termo geral, enquanto os hipônimos assumem um sentido mais específico.

Veja também as diferenças entre:

Atualizado em