Hipertireoidismo e hipotireoidismo


O hipertireoidismo é uma doença que causa a produção excessiva de hormônios pela glândula da tireoide. Já o hipotireoidismo causa a diminuição ou ausência de produção desses mesmos hormônios.

A tireoide sintetiza e lança na corrente sanguínea dois hormônios: Tiroxina ou tetraiodotironina (T4) e triiodotironina (T3).

Os níveis corretos dessas enzimas trabalham para o perfeito funcionamento do metabolismo e de diversos órgãos do corpo, como o intestino, o cérebro e o coração.

Hipertireoidismo Hipotireoidismo
Características Aumento da produção de hormônios da tireoide. Ausência ou diminuição da produção de hormônios da tireoide.
Nível de TSH (thyroid stimulating hormone) Baixo. Elevado.
Sintomas
  • Agitação
  • Nervosismo
  • Insônia
  • Sudorese nas mãos e pés
  • Intolerância ao calor
  • Perda de peso
  • Taquicardia
  • Tremores
  • Cansaço
  • Sonolência
  • Depressão
  • Pele seca
  • Pés e mãos frios
  • Ganho de peso
  • Queda de cabelo
  • Prisão de ventre
  • Perda da libido ou disfunção erétil
Doenças associadas
  • Bócio
  • Doença de Graves
  • Tireoidite de Hakimoto
Tratamento
  • Medicamentos que diminuam a produção hormonal da tireoide
  • Extração parcial ou total da tireoide (tireoidectomia).
  • Reposição hormonal.

Ambas as doenças afetam a tireoide, uma glândula localizada na parte da frente do pescoço. A tireoide é responsável pela produção de enzimas importantes para o correto funcionamento de diversas atividades do corpo humano.

O que é hipertireoidismo?

O hipertireoidismo é uma doença que provoca uma atividade exagerada da glândula da tireoide. Pessoas que possuem essa disfunção fazem com que a glândula produza uma quantidade maior de T3 (triiodotironina) e T4 (tetraiodotironina ou tiroxina).

Essa maior produção dos hormônios da tireoide fazem com que o corpo se comporte de maneira desajustada. Isso pode causar hiperatividade, perda de peso, insônia ou acelerar os batimentos cardíacos, podendo sobrecarregar o coração.

O hipertireoidismo pode ter como causa a Doença de Graves. Essa doença autoimune afeta o funcionamento da tireoide e pode causar irritação nos olhos e a retração da pálpebra (olhos esbugalhados).

O Bócio, doença relacionada à falta de iodo na dieta, pode ser um outro causador de hipertireoidismo. Em cada um dos casos, o médico visa encontrar o tratamento mais adequado.

Glândula da tireoide
A glândula da tireoide localizada no pescoço possui a forma de uma borboleta

O que é hipotireoidismo?

O hipotireoidismo, ao contrário, ocorre quando a tireoide produz níveis baixos ou nulos dos hormônios T3 e T4. Esse tipo de disfunção também pode ser prejudicial para o funcionamento do corpo.

Alguns sintomas estão associados ao hipotireoidismo. A alteração no metabolismo pode acarretar sonolência, desânimo e cansaço, podendo a desenvolver-se para quadros depressivos.

Outros sintomas são:

  • Ganho de peso;
  • Prisão de ventre;
  • Temperatura fria das mãos e dos pés;
  • Pele seca;
  • Queda de cabelo;
  • Diminuição da libido e, nos homens, pode causar a disfunção erétil.

O hipotireoidismo pode estar relacionado com uma inflamação da tireoide chamada de Tireoidite de Hakimoto ou outras inflamações ou nódulos na tireoide.

Diagnóstico

O diagnóstico do hipertireoidismo e do hipotiroidismo podem ser feitos através da medição do nível de TSH no sangue. O TSH (thyroid stimulating hormone) é um hormônio produzido pela hipófise (cérebro), que estimula a tireoide.

Quando há o hipertireoidismo, a tireoide produz em excesso. Assim, a hipófise percebe que a tireoide não precisa ser estimulada. Já no caso do hipotireoidismo, a hipófise libera um alto nível de TSH para que possa fazer com que a tireoide produza o nível correto de hormônios.

Exame de ultrassom da tireoide
Uma possibilidade de dar início ao diagnóstico é a realização de um exame de imagem da tireoide

Desse modo, os níveis de TSH são baixos em pessoas que possuem hipertireoidismo e altos em pessoas com hipotireoidismo. Já que a tireoide está produzindo em excesso ou abaixo do necessário. Portanto, em ambos os casos, os níveis de TSH apresentam alteração.

Tratamento do hipertireoidismo

O tratamento do hipertireoidismo é realizado a partir da administração de medicamentos inibidores da tireoide. Em geral, esses medicamento controlam a produção dos hormônios da tireoide.

No caso dos medicamentos não funcionarem adequadamente, é possível realizar um procedimento chamado de tireoidectomia, a extração parcial ou total da tireoide.

Tratamento do hipotireoidismo

O hipotireoidismo deve ser tratado com medicamentos que possuam as doses corretas dos hormônios da tireoide. O uso desse tipo de medicação visa compensar a deficiência na produção da tireoide.

Em geral, nos casos de hipotireoidismo, essa reposição hormonal e o acompanhamento devem ser feitos por toda a vida. Dependendo do que causou a disfunção da tireoide, não há cura, propriamente, mas um tratamento adequado.

Veja também a diferença entre: