Cultura Popular e Cultura Erudita


Juliana Bezerra
Revisão por Juliana Bezerra
Professora de História

A principal diferença entre a cultura popular e a cultura erudita é que a primeira se baseia nos costumes e tradições do povo. Por outro lado, a cultura erudita estaria relacionada com um pensamento mais crítico, elaborado e elitizado da sociedade.

A cultura popular é realizada de forma espontânea pelo grupo social que a produz. Geralmente, é transmitida de maneira oral e entre as famílias. Um exemplo são as festas populares em que determinadas funções passam de pai para filho ou de mãe para filha.

Já a cultura erudita trata-se de uma manifestação cultural ou artística que foi gerada após estudos prévios e que somente indivíduos especializados podem exercê-la. Da mesma forma, não se dedica ao grande público, mas sim aos indivíduos com um certo nível de instrução, estudo e formação específica em determinados conhecimentos.

Por muito tempo, a cultura erudita foi classificada como o oposto da cultura popular. No entanto, atualmente muitos estudiosos a veem como complementares, pois vários artistas profissionais se inspiram na cultura popular para produzir cultura erudita.

Cultura PopularCultura Erudita
OrigemArtistas sem formação específicaArtistas profissionais
ElaboraçãoEspontâneaRequer estudo e planejamento
TransmissãoDe forma oralAtravés de escolas e registro escrito
AcessibilidadePara todos os públicosPúblico específico, normalmente com formação escolar formal
Participação da comunidadeÉ essencial para a realizaçãoParticipa de forma passiva, normalmente como público

Cultura Popular x Cultura Erudita

Por norma, a cultura popular é descrita como espontânea, simples e acessível. Por ser a transmissão dos valores e costumes do povo, está presente e é compreensível para todos os interessados.

Teatro, música, ópera

Já a erudita está restrita a uma elite intelectualizada, devido ao fato de requerer maior espírito crítico e elaboração técnica.

A cultura erudita costuma estar relacionada com as camadas sociais economicamente mais elevadas, pois são os indivíduos que conseguem ter acesso aos ambientes onde a erudição predomina.

É importante lembrar que as definições das manifestações classificadas como cultura popular e cultura erudita são mutáveis, variando de acordo com o local e o tempo.

Por exemplo, determinadas manifestações culturais que eram consideradas populares no passado, podem ser apreciadas como parte da cultura erudita no futuro. O exemplo mais claro é a ópera, que era apresentada em feiras e teatros populares e hoje está restrita a grandes teatros.

Cultura Popular x Cultura de Massas

É preciso não confundir cultura popular com cultura de massas. Normalmente, a cultura de massas consiste em conteúdos e temas presentes no imaginário e cotidiano do povo, no senso comum e nas heranças culturais de determinada região.

Entretanto, ao invés de ser realizada pela comunidade, normalmente é entregue como um produto para a população, onde a aparência e não o conteúdo é o mais importante.

A música sertaneja, por exemplo, é um exemplo de como a cultura popular se transformou em cultura de massa.

Antigamente, este tipo de música estava arraigado às tradições do interior de São Paulo e do centro-oeste e consistia em uma tradição herdada das modas de viola, trazidas pelos portugueses.

No entanto, a partir dos anos 80 e 90 houve a proliferação de duplas sertanejas, que simplificaram as letras e as melodias do gênero, transformando-o em um objeto acessível a qualquer público.

Veja também a diferença entre:

Juliana Bezerra
Revisão por Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.