Comunismo e capitalismo


Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia

O comunismo é uma ideologia política e socioeconômica baseada na abolição da propriedade privada e das classes sociais. Já o capitalismo refere-se a um sistema sócio-econômico fundamentado no direito à propriedade privada dos meios de produção e no livre comércio de bens e produtos.

Em geral, o termo capitalismo é utilizado de forma genérica para se referir a estruturas fundamentadas no liberalismo. O liberalismo compreende o direito à propriedade como um direito fundamental, sendo esse o grande diferencial desse modelo para o comunismo.

Por sua vez, o comunismo é, geralmente, compreendido como uma fase posterior ao socialismo. Pauta-se na existência de uma só classe social, o proletariado, e na extinção do Estado.

Comunismo Capitalismo
Significado Ideologia política e socioeconômica que prega a abolição positiva da propriedade privada e das classes sociais através da coletivização dos meios de produção. Sistema social cujo modo de produção está fundamentado no livre mercado, na troca de bens e serviços destinados à geração de valor financeiro (lucro).
Características principais

Abolição da propriedade privada;
Coletivização dos meios de produção;
Produção baseada nas necessidades;
Extinção gradativa do Estado;
Sociedade sem classes sociais,
Internacionalista.

Preservação do direito fundamental à propriedade privada;
Meios de produção são compreendidos como um bem;
Livre comércio;
Produção fundamentada na lei da oferta e da procura;
Baixa ou nenhuma intervenção do Estado na economia;
Liberdade para o fluxo global de capital com a manutenção das fronteiras entre os países.

Principais teóricos Karl Marx e Friedrich Engels Adam Smith, David Ricardo e Alfred Marshall
Sociedade Igualitária, sem classes em que os indivíduos podem se dedicar à própria natureza. Indivíduos livres para agir de acordo com seu interesse próprio.

O que é comunismo?

O comunismo é uma ideologia política, social e econômica fundamentada em uma sociedade igualitária, sem nenhum tipo de divisão social ou classes.

Pode se referir também ao conceito de comunismo primitivo desenvolvido pela arqueologia. Em um período pré-histórico, os seres humanos eram organizados de forma igualitária dentro das primeiras sociedades.

Entretanto, a utilização mais comum do termo tem como referência o pensamento desenvolvido por Karl Marx e Friedrich Engels. Segundo eles, o comunismo é uma sociedade igualitária, sem classes sociais, obtida através da abolição da propriedade privada e coletivização dos meios de produção.

Essa sociedade se daria a partir do desenvolvimento histórico da humanidade e da superação do capitalismo. Para Marx e Engels, o fim do capitalismo se daria através de uma revolução que iniciaria a fase socialista. Nela, a propriedade privada e as classes sociais continuariam existindo, mas sob o comando da classe trabalhadora, o proletariado.

Durante esse período, chamado de "ditadura do proletariado", se daria um processo de reeducação e transformação da sociedade. Seria abolida a propriedade e a produção teria como estrito objetivo a satisfação das necessidades de todos.

A partir daí, a figura do Estado se tornaria irrelevante, podendo ser também abolida, instituindo uma sociedade onde a produção é comum a todos.

Esse estágio é sintetizado no lema: "De cada qual, segundo sua capacidade; a cada qual, segundo suas necessidades". Em outras palavras, cada indivíduo deveria produzir respeitando sua capacidade e receber para que possa suprir todas as suas necessidades.

Assim, o comunismo compreende-se como uma sociedade igualitária, sem classes, sem propriedade privada, internacionalista e sem a presença do Estado.

Ao longo do século XX, diversos países tiveram regimes socialistas em maior ou menor escala. Entretanto, não houve nenhum que tenha conseguido implementar plenamente as propostas desenvolvidas por Marx e se tornado, efetivamente, um país comunista.

O que é o capitalismo?

O capitalismo é um sistema social e econômico fundamentado no livre mercado, no direito à propriedade privada e com fins lucrativos.

Nesse sistema, o meio de produção principal é o próprio capital, em forma de dinheiro ou crédito. O capital possibilita a produção de bens e serviços de acordo com as leis de oferta e procura.

Diferente do comunismo, a acumulação de capital não é compreendida como um efeito nocivo à estrutura social. Pelo contrário, para Adam Smith, um dos principais pensadores do liberalismo, o auto-interesse das pessoas faz que sejam produtivas e se adéquem ao sistema.

Para ele, a possibilidade de lucrar acumular capital aumenta a produção e o consumo. Assim, os indivíduos são guiados por uma "mão invisível" para a realização do bem para a sociedade.

Essa "mão invisível" do mercado faria com que a oferta dos produtos possuísse uma qualidade cada vez melhor e com preços cada vez mais baixos. Isso faria com que mais pessoas consumissem e aumentando o lucro do produtor e a possibilitando novos investimentos na produção. Assim, gerando um círculo virtuoso de produção e consumo, oferta e demanda.

O capitalismo também se difere do comunismo por não possuir uma estrutura social, política e econômica bem definida. Ao contrário, o capitalismo compreende diversos modelos bastante contrastantes entre si. Como, por exemplo, o Estado de bem-estar social, o laissez-faire e o neoliberalismo.

O Estado de bem-estar social prega que os governos garantam o mínimo de direitos básicos para uma vida digna que possibilite a livre associação entre as pessoas e o livre mercado. O laissez-faire ("deixe fazer", em francês) possui uma forte ideia de que a sociedade é capaz de organizar-se por si mesma, sem a necessidade de intervenção constante do Estado.

Já o neoliberalismo prega o Estado-mínimo, a diminuição gradativa da presença do Estado e a autorregulação da economia a partir das regras do mercado.

Veja também as diferenças entre:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).