Cadeia alimentar e teia alimentar


A cadeia alimentar é toda matéria e energia trocada entre os seres vivos. A teia alimentar é a união de várias cadeias alimentares em uma rede.

Para entender a diferença, é importante saber as classificações dentro de uma cadeia e como o ciclo da vida funciona.

Cadeia alimentarTeia alimentar
DefiniçãoO ciclo de energia e matéria trocada entre os seres vivos através de suas relações alimentares.Várias cadeias alimentares interligadas entre si. Isto porque o mesmo ser vivo pode fazer parte de mais de uma cadeia alimentar.
Como se organiza

A cadeia alimentar é linear e unidirecional, sendo baseada em níveis tróficos (produtores, consumidores e decompositores).

A teia alimentar é não linear, formada por várias cadeias alimentares distintas, uma vez que os animais podem fazer parte de inúmeras cadeias.

Níveis

Os três grupos de uma cadeia classificam os níveis tróficos.

  • Produtores: produzem a própria energia, como as plantas e o fitoplâncton.
  • Consumidores: animais que se alimentam de produtores e/ou outros consumidores; podem ser herbívoros, onívoros ou carnívoros.
  • Decompositores: ocorrem em todos os níveis e decompõem matéria orgânica, devolvendo o essencial para a natureza.

Não há níveis definidos propriamente para uma teia alimentar. Para exemplificar, citamos as classificações de seres consumidores:

  • Primários: consomem os seres que produzem o próprio alimento;
  • Secundários: se alimentam dos consumidores primários;
  • Terciários: tiram energia e nutrientes dos consumidores secundários.

Os seres humanos transitam entre estas definições, pois se alimentam de tudo e afetam diversas cadeias no planeta, fazendo parte de uma gigantesca teia alimentar.

O que é a cadeia alimentar?

Os seres vivos formam uma rede de alimentação entre si. Composta por três grupos (seres produtores, consumidores e decompositores), a cadeia alimentar é formada pelo conjunto de seres vivos em que um serve de alimento para o outro.

Neste sentido, estes seres vivos transferem matéria e energia através da nutrição. Os três grupos de uma cadeia alimentar classificam os níveis tróficos, que é o fluxo de energia transferido de um ser vivo para o outro.

Exemplo de cadeia alimentar
Exemplo de cadeia alimentar

Para entender melhor sobre estes níveis, vejamos sobre cada um dos grupos:

Produtores

É o primeiro nível da cadeia alimentar, sendo as plantas e os plânctons os maiores exemplos. Isto porque são seres autótrofos, ou seja, produzem o próprio alimento através da fotossíntese ou quimiossíntese.

Consumidores

Estes são seres vivos que tem a necessidade de se alimentar de outro para obterem a energia e nutriente que precisam. Estes seres são chamados de heterótrofos.

Os seres consumidores são divididos ainda em três categorias. Estas são:

  • Primários: seres herbívoros ou onívoros que consomem aqueles que produzem o próprio alimento, ou seja, plantas ou plâncton. A vaca é um animal classificado como um consumidor primário.
  • Secundários: seres carnívoros ou onívoros que se alimentam dos primários. O gato é um exemplo.
  • Terciários: seres vivos que tiram a energia e nutrientes necessários dos consumidores secundários. Podemos citar o leão como exemplo.

Os seres humanos transitam entre as posições, uma vez que podem se alimentar tanto de seres primários e secundários.

Decompositores

Presentes em todos os níveis da cadeia alimentar, os decompositores são responsáveis pela decomposição da matéria orgânica. Assim, produzem energia e captam os nutrientes que precisam, e então devolvem ao meio ambiente o essencial para o ciclo recomeçar.

Entre os exemplos de seres decompositores, podemos citar as bactérias e os fungos, que estão presentes em quase todos os ecossistemas da Terra.

Exemplos de cadeia alimentar

Humana

Os seres humanos são onívoros e se alimentam tanto de plantas quanto de carne. Por isso, podem ser consumidores primários ou secundários. Isto porque o ser humano pode se alimentar da vaca, por exemplo, que se alimenta apenas de planta e é consumidor de nível primário.

Terrestre

As plantas, produtoras, servem de alimento para os consumidores primários (insetos e outros seres herbívoros e onívoros). Então estes animais servem de alimento para animais maiores, fomentando todo o ciclo da vida em solo.

Aquática

Não muito diferente da cadeia terrestre, os fitoplânctons são os maiores produtores em nível aquático. Eles são criaturas microscópicas que fazem fotossíntese, como pequenas algas, que servem de alimento ao zooplâncton. Estes, por sua vez, alimentam animais maiores, formando assim o ciclo da vida na água.

O que é a teia alimentar?

A teia alimentar, ou rede alimentar, é o conjunto de cadeias alimentares interligadas. Neste sentido, a teia alimentar é uma representação da ligação entre as muitas cadeias alimentares existentes.

Um mesmo animal pode pertencer a cadeias alimentares distintas, que fazem parte de um ecossistema maior. Na cadeia alimentar, há a ideia de ciclo, mas a teia alimentar é a união destes ciclos em uma grande rede.

Exemplo de teia alimentar
Exemplo de teia alimentar

Portanto, uma teia alimentar nos mostra que as relações tróficas entre os seres vivos são muito complexas. A cadeia alimentar revela apenas um aspecto da troca de matéria e energia entre ecossistemas, a teia integra tudo isso em uma única rede.

Os seres humanos, por exemplo, fazem parte de uma gigantesca teia alimentar, pois podem transitar entre os níveis de consumidores, dependendo da necessidade.

Veja também a diferença entre: