Bomba atômica e bomba de hidrogênio


A principal diferença entre uma bomba de hidrogênio e uma bomba atômica é o seu processo de detonação. Na bomba atômica ele é causado pela fissão nuclear e na bomba de hidrogênio, ou bomba termonuclear, é causado pela fusão nuclear.

Bomba atômica Bomba de hidrogênio
Definição

Bomba atômica, também conhecida como bomba nuclear, é um dispositivo explosivo que obtém sua força por meio de reações nucleares. Ela depende da fissão, ou da divisão de átomos, assim como as usinas de energia nuclear

A bomba de hidrogênio, ou bomba termonuclear, usa a fusão de núcleos atômicos para produzir sua energia explosiva, num processo chamado de fusão nuclear. Esse dispositivo chega a ser até mil vezes mais potente que uma bomba atômica

Como funciona A bomba atômica funciona por meio da fissão, que é a divisão do núcleo dos átomos pesados. A divisão desses núcleos atinge outros átomos próximos, criando uma cadeia

O princípio da bomba de hidrogênio é o da fusão nuclear, que é quando os núcleos de diferentes átomos se unem, gerando uma grande quantidade de energia

Medida Kilotons Megatons
Elementos utilizados Geralmente Urânio e o Plutônio Hidrogênio
Efeitos

Os efeitos mais perceptíveis de uma bomba atômica são a explosão e a energia térmica (calor), a liberação de radiação (raios-X, gama, nêutrons) e o pulso eletromagnético

A força de uma bomba termonuclear pode chegar a 10 milhões de toneladas de dinamites, liberando material radioativo e radiação eletromagnética em um nível muito superior ao das bombas atômicas

Quem inventou Einstein e Oppenheimer são conhecidos como os pais da bomba nuclear, apesar de muitos outros cientistas terem colaborado para sua invenção O húngaro Edward Teller chefiou o desenvolvimento da bomba de fusão de hidrogênio
Potência de destruição

O primeiro teste de uma bomba de atômica, chamado de Trinity, liberou a mesma quantidade de energia de cerca de 20 mil toneladas de TNT.

A bomba detonada em Hiroshima tinha a potência de 15 mil dinamites

O primeiro teste de uma bomba de hidrogênio, em 1952, liberou uma quantidade de energia equivalente a cerca de 10 milhões de toneladas de TNT.

Uma bomba termonuclear de cerca de 1 quilo pode produzir uma força equivalente a de 1,2 milhão de toneladas de dinamite

Energia liberada A fissão de um átomo de Urânio gera uma energia de cerca de 180 milhões de elétrons volts. A energia gerada pela fusão de um átomo de deutério e um de trítio é de 17,6 milhões de elétrons volts.

Como funciona a bomba atômica e a bomba de hidrogênio

Bombas atômicas e bombas de hidrogênio são diferentes tipos de bombas nucleares.

Nas bombas atômicas, a potência da explosão é causada pela fissão nuclear, que é a energia gerada pela divisão dos núcleos de um elemento químico pesado, como o plutônio.

Bomba atômica

Quando os nêutrons do núcleo do átomo se dividem, alguns atingem os núcleos dos outros átomos próximos, dividindo-os também. O resultado é uma reação em cadeia muito explosiva.

Já a detonação da bomba de hidrogênio, ou bomba termonuclear, passa por várias etapas. Primeiro, ocorre a detonação de uma bomba atômica, que gera uma alta temperatura e pressão capazes de fazer com que os átomos de hidrogênio se fundam.

Bomba de hidrogênio

A união de dois isótopos de hidrogênio resultam em um átomo de Hélio e libera nêutrons, que geram mais processo de fissão e liberam mais átomos, criando uma reação em cadeia. Esse processo é chamado de fusão nuclear e é o mesmo que ocorre no sol.

Casos mais famosos

Bomba nuclear

Bomba atômica

Os casos mais conhecidos do uso da Bomba Atômica foram os bombardeamentos em Hiroshima e Nagasaki.

Esse ataque foi feito pelos Estados Unidos contra o Império do Japão em agosto de 1945, durante o final da Segunda Guerra Mundial

A primeira bomba lançada, chamada “Little Boy” foi em direção à Hiroshima e causou a morte de mais de 140 mil pessoas. Dois dias depois foi lançado a segunda bomba, chamada “Fat Boy”, em direção à Nagasaki, matando cerca de 70 mil pessoas.

Bomba de hidrogênio

Apesar de outros países possuírem a tecnologia para criação da bomba de hidrogênio, a Coreia do Norte têm chamado a atenção da comunidade internacional sobre seus testes.

No dia 03 de setembro de 2017, o representante de Pyongyang, declarou que a Coreia do Norte realizou com sucesso o seu sexto e mais poderoso teste nuclear.

Seu poder de destruição chega a ser 10 vezes mais potente do que a última bomba detonada pela Coreia do Norte, e oito vezes mais potente que a Little Boy. Além disso, essa nova bomba é capaz de ser acoplada a um míssil balístico intercontinental.

Maior bomba nuclear do mundo

A maior bomba nuclear já detonada se chamar Tsar e foi lançada em 1961 pela União Soviética, e sua explosão liberou 50 megatons. A nuvem cogumelo produzida por sua detonação alcançou 60 mil metros de altura e seu calor era capaz de provocar queimaduras graves num raio de 100 km da explosão.

Essa bomba foi desenvolvida durante a Guerra Fria, com propósito de mostrar ao mundo o poder tecnológico e bélico da União Soviética. Sua detonação aconteceu em uma ilha do Ártico, chamada Nova Zembla. Porém, o choque causado pela explosão foi tão forte que pôde ser vista a 1000 km do local de teste.

Veja também a diferença entre tipos de energia