Assepsia e Antissepsia

A principal diferença entre assepsia e antissepsia está no fato desta última se tratar da desinfecção de um local, enquanto a primeira trata da higienização preventiva

Ambos os termos costumam ser confundidos e, embora estejam relacionados, cada um possui um significado distinto.

A assepsia consiste num conjunto de métodos e processos de higienização de determinado ambiente, com a finalidade de evitar a contaminação do mesmo por agentes infecciosos e patológicos.

Já a antissepsia se diferencia principalmente por se utilizada em locais onde há a presença de microrganismos indesejados (bactérias, vírus e outros agentes patológicos). Neste caso, a antissepsia é feita através do uso de substâncias químicas, como microbicidas, por exemplo, que visam eliminar ou diminuir a proliferação das bactérias (ou demais microrganismos indesejados), seja num organismo vivo ou num ambiente.

Ambos os processos – assepsia e antissepsia – são comuns em locais onde as presenças desses microrganismos devem ser totalmente evitadas, como laboratórios e hospitais, por exemplo.

Outro processo de desinfecção conhecido e utilizado de modo mais corriqueiro é a degermação, que consiste na eliminação de sujidades e impurezas da pele, seja através de sabonetes ou detergentes líquidos específicos para a limpeza. Lavar as mãos e tomar um banho são exemplos de degermação.